quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

RESPIRAÇÃO CELULAR e RESPIRAÇÃO EXTERNA ou PULMONAR



Respiração celular
As células são a unidade fundamental dos seres vivos. Isso significa que todos os seres vivos são constituídos por células.
Os alimentos que comemos fornecem-nos nutrientes energéticos, construtores, reguladores e protetores, que o sangue leva às células depois da absorção digestiva.
Podemos comprar as células a pequenas fábricas que precisam de energia. Onde a vão buscar? Aos nutrientes energéticos - glícidos e lípidos - que o sangue levou até às células. Ma o sangue também leva às células o oxigénio do ar que respiramos, que vai buscar aos pulmões.    
                                                                                    Retirado aqui.
As células recebem:
- nutrientes que o sangue recebeu através das vilosidades intestinais;
- oxigénio que o sangue recebeu dos pulmões.
A CÉLULA pode ser comprada a uma fábrica, pois usa os nutrientes energéticos e o oxigénio, e liberta dióxido de carbono, vapor de água e energia. A esse fenómeno chama-se respiração celular. Porquê? Porque é nas células que esse fenómenos  realiza.
Respiração externa
E o que é a respiração externa, também chamada de pulmonar ou sistémica?
É o fenómeno que permite a entrada de ar, com oxigénio, até aos pulmões. Agora vais aprender o que acontece para que o ar entre nos pulmões.
Há dúvidas?

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

O QUE ACONTECE NO SISTEMA DIGESTIVO: na boca, no estômago e no intestino delgado?

Percebeste que o sistema digestivo faz um grande esforço para dividir os alimentos, separar os nutrientes e estes em partículas? Percebeste o que acontece na boca, no estômago e no intestino delgado?
Vamos rever tudo isto:
NA BOCA
Os dentes fazem a mastigação (cortam, rasgam e desfazem a comida) e a saliva (ptialina) atua sobre o amido (um glúcido) dividindo-o em "pedaços"; a língua envolve e mistura os alimentos com a saliva (produzida nas glândulas salivares) ... e forma-se uma papa, o BOLO ALIMENTAR.
O bolo alimentar sofre  a deglutição e passa pela faringe e esófago, em direção ao estômago.
NO ESTÔMAGO
O bolo alimentar chega ao estômago, depois da deglutição, e vai ser sujeito à acção do suco gástrico (produzido nas glândulas gástricas ou estomacais) que atua sobre as proteínas, dividindo-as; os movimentos peristálticos do estômago misturam os alimentos com o suco gástrico ... forma-se uma papa mais fina, o QUIMO.

Ver aqui

NO INTESTINO DELGADO
O quimo chega ao intestino delgado e sofre a ação dos movimentos peristálticos e de sucos digestivos:
  •  da bílis (produzida no fígado e armazenada na vesícula biliar) que vai iniciar a divisão das gorduras (lípidos) ...
  • do suco pancreático (produzido pelo pâncreas) que actua sobre proteínas, glúcidos e lípidos, continuando a dividí-los.
  • do suco intestinal (produzido nas glândulas intestinais), que acaba de dividir os nutrientes.
Durante este processo os alimentos são sujeitos aos movimentos peristálticos do intestino, que misturam os sucos digestivos com os nutrientes, facilitando a sua divisão. No final forma-se uma papa muito fina. Observa a divisão dos nutrientes.

Tanto trabalho ... tantos movimentos ... tantos sucos digestivos. Os nutrientes estão finalmente divididos em partículas muito finas. E agora? O que vai acontecer a essas partículas?
Na imagem A observas o intestino delgado, com as vilosidades intestinais no interior. Na imagem B observas as vilosidades intestinais aumentadas e, no seu interior, os vasos sanguíneos.
Retirado aqui
As partículas dos nutrientes, separadas durante a digestão, vão atravessar as vilosidades intestinais e passar para o sangue ou linfa. A este fenómeno chama-se ABSORÇÃO DIGESTIVA.
Os nutrientes que não chegaram a dividir-se, as fibras e parte da água, vão par o intestino grosso e, depois, são eliminados na forma de fezes.
Os nutrientes simples que passaram para o sangue seguem para as células. A este fenómeno chama-se ASSIMILAÇÃO. As células vão usá-los de várias formas (que já estudaste):
  •  as proteínas, lípidos, minerais e água, como material de construção;
  • os glúcidos, os lípidos e algumas proteínas, para produzir energia;
  •  as vitaminas, para nos proteger de doenças.
Para perceberes melhor o que se passa na boca, estômago e intestino delgado, podes ver e/ou ouvir os filmes:
Queres saber mais? Faz o Exercício 1

Ainda há dúvidas? Coloca-as em "comentários".

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Campanha "Pequeno-almoço e Sucesso escolar"

O pequeno-almoço é a 1ª refeição do dia, após uma noite de jejum prolongado. É uma refeição muito importante, a que deve corresponder um quarto do consumo diário de alimentos, porque nos fornece a energia e nutrientes necessários para começarmos um dia de trabalho. 
Um pequeno-almoço completo inclui alimentos de três dos quatro grupos seguintes: cereis e derivados, legumes e frutos, leite e derivados e carne ou equivalentes. 
Pequeno-almoço completo e equilibrado. Qual preferes?
• 1 copo de leite + 1 pão com fiambre + 1 copo pequeno de sumo de laranja natural
• 1 taça de leite com cereais  sem açúcar + 1 peça de fruta; verifica o rotulagem dos cereais de pequeno-almoço
• 1 taça de iogurte com fruta fresca aos pedaços + pão
• 1 pão com queijo + 1 sumo de fruta fresca ou 1 peça de fruta
• 1 copo de leite batido com fruta fresca + 1 pão com fiambre, com mel ou compota
Quantas horas passas em jejum desde o dia anterior? Se não tomas pequeno-almoço, o teu corpo não recebe nutrientes para começar um dia de trabalho.
Sabias que os estudantes que não tomam o pequeno–almoço ou não comem o suficiente durante a manhã, ficam:
- desatentos e agitados;
- sonolentos e fracos;
- com comportamentos disparatados;
- cansados e com perda de forças;
- com dificuldade de concentração;
- com dificuldade de raciocínio, de memória e de movimentos.

E tu? Tomas o pequeno-almoço todos os dias? 
Já sabes o que deves comer ao pequeno-almoço de modo a ficares bem alimentado?
E não esqueças que a maior parte das bebidas de frutos - sumos 100% e néctares, contêm muito açúcar.

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

REFEIÇÕES: como evitar excesso de açúcar, gorduras e sal?

Retirado aqui.
O consumo excessivo de açúcar, o sal e as gorduras, são as principais causas das doenças atuais. 
Nos últimos 50 anos o peso de açúcar triplicou na alimentação diária. Há cada vez mais gente com diabetes, obesidade e colesterol, até mesmo desde a adolescência. No passado estas doenças só pareciam em adultos. 
Em Portugal há adolescentes com diabetes, hipertensão, colesterol elevado. E o açúcar é a principal causa desses problemas.
Observa a composição indicada na rotulagem dos alimentos. Ultrapassa a dose indicada no esquema? Não compres!
Até 2016 cada pacotinho de açúcar pesava 8 g. Em janeiro de 2017 foi publicada uma lei que obrigou  a baixar para 5 g. Sabes porquê?
A OMS (Organização Mundial de Saúde) aconselha um adulto saudável a não ultrapassar 25 de açúcar por dia  = 5 pacotinhos.
Para uma criança é muito menos. Mas, na verdade,  em Portugal, os pais dão às crianças  cerca de 160 g de açúcar por dia (32 pacotinhos). Sabes porquê?
Comem pequeno-almoço, lanches e refeições, com grande quantidade de açúcar:
  • 200 ml de néctar =  20 g açúcar (depende da marca)
  • 250 ml de coca-cola = 25 g açúcar (depende da marca)
  • 250 ml ice-tea = 17 g de açúcar
  • bolo de arroz = 25 g = 5 pacotinhos açúcar
  • Gomas (100g) = 60 g açúcar =  
  • 60 g de cereais de pequeno-almoço + leite = 30 g açúcar (6 pacotinhos)
  • Iogurte com açúcar + bolachas de chocolate = 30 g açúcar (6 pacotinhos)
  • Lasanha + coca-cola + gelatina (com açúcar) = 47 g açúcar (9 pacotinhos)
  • Néctar (200 ml) + pão com chocolate = 35 g açúcar (7 pacotinhos)
Quem usa estes alimentos com frequência come:
Por dia: 160  a 200 g de açúcar 
Por semana: 1,2 a 1,4 kg  açúcar

Sabes que devemos beber 1, 5 a 2 litros de água por dia (6 a 8 copos).
Sabes distinguir outras bebidas usada por crianças e adolescentes?
  • Sumos 100% - frutos.
  • Néctares de pera, maçã e pêssego: 50% de sumo + água + açúcar + aditivos alimentares 
  • Néctares de maracujá  e manga: 25% de sumo + água + açúcar + aditivos alimentares
  • Refrigerantes de sumo: 8% na laranja, 6% no ananás e16 % para a uva, maçã e pêra. O resto é água + açúcar  + aditivos alimentares + gás. 
  • Refrigerantes aromatizados: não tem sumo; água + açúcar  + aditivos alimentares.
Mas também há açúcar escondido em alimentos: o fiambre, as sopas instantâneas, o ketchup e outros molhos, são exemplos de alimentos com açúcar, cuja presença não é fácil de perceber.
A fruta, leite, cereais e leguminosas, batata doce, beterraba,  são alimentos adocicados porque têm glícidos naturais (hidratos de carbono). O açúcar de pacote, feito de sacarose (retirada da cana-de-açúcar) não é necessário ao nosso organismo. E tem riscos elevados na nossa saúde.  
Para saber mais:
- consulta o descodificador de rótulos: não compres se a quantidade de açúcar ou gordura é assinalada a vermelho; evita se está assinalada  amarelo. Faz uma escolha alimentar saudável.
- consulta


quarta-feira, 10 de outubro de 2018

SOMOS O QUE COMEMOS

Vê o filme SOMOS O QUE COMEMOS 
(atenção: nessa altura cada pacotinho de açúcar ainda pesava 8 g)

Regista na tua ficha:
- o problema de saúde do Luís;
- o risco que o Luís corria pelo facto de fazer uma alimentação errada;
- qual a causa dos problemas de saúde do Luís?
- qual o ingrediente presente nos alimentos que mais problemas 
- casa na saúde das crianças?
- qual a quantidade máxima de açúcar por dia, para um adulto?
- qual a quantidade máxima de açúcar por dia, para uma criança?
- quais os alimentos mais ricos em açúcar? 
- o que podemos fazer para evitar alimentos com tanto açúcar?
- qual a informação que achaste mais preocupante?
- que quantidade de frutos devemos comer por dia?
- que quantidade de vegetais devemos comer por dia?
- qual é o alimento mais saudável que podemos comer?
- quantas vezes por mês podemos comer fritos?
- por que razão não se vendem refrigerantes e batatas fritas nas escolas?
- qual a quantidade máxima de sal que uma criança pode comer por dia?
- quais as doenças causadas pela gordura, açúcar e sal em excesso?
Que cuidados que deves ter, no futuro, para evitar estas doenças? 


REGRAS DE UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Tomar sempre o pequeno almoço.
Beber 1,5 a 2 litros de água por dia (6  a 8 copos).
Tomar 3 copos de leite por dia; 1 copo de leite = 1 iogurte líquido = 60 g de  queijo
Não passar mais de três horas e meia sem comer.Comer, todos os dias, alimentos de todos os setores da Roda dos Alimentos, nas proporções por ela sugeridas.Variar o mais possível de alimentos dentro de cada setor.Evitar alimentos com muito sal.Evitar alimentos com açúcar (bolos, rebuçados, refrigerantes, gomas, etc.);Evitar os fritos ou alimentos com muita gordura.Consumir produtos hortícolas ao almoço e ao jantar.Preferir pão escuro;Evitar carne vermelha;Comer peixe pelo menos quatro vezes por semana;Utilizar alimentos de qualidade.
Bebidas alcoólicas? Só para adultos e com moderação.Consultar a rotulagem antes de comprar. SEMPRE!
RESPOSTAS A COMENTÁRIOS:Quantas refeições deves fazer por dia? 5: pequeno-almoço, lanche da manhã e da tarde, almoço e jantar. Não esqueças que, em cada refeição, devemos comer alimentos de vários grupos da Roda dos Alimentos.

domingo, 7 de outubro de 2018

ÁGUA: o que devemos beber por dia? Porquê?

Cerca de 60% do corpo humano é constituido por água. Varia me função dos sexo e da idade. Isto significa que um adulto que pese 100kg terá cerca de 60 kg de água e, uma pessoa com 50kg, cerca de 30 kg de água.
Ao longo da vida o corpo humano tem percentagem variável de água.                                                              Retirado aqui. Ampliar


Quantos copos de água devemos beber? Depende da idade, do peso, da atividade física e do clima. E se estamos saudáveis ou doentes.
                                                         Retirado aquiAmpliar.
Precisamos de água para:
  • função plástica - de construção das células do nosso corpo -  tal como as proteínas, lípidos e minerais.
  • Ajuda a eliminar resíduos da nossa alimentação, que o sangue leva até aos rins. Nos rins a água "empurra" esses resíduos para a bexiga, que saem na forma de urina. Se bebermos pouca água os resíduos não são eliminados. Ficamos doentes.
  • Ajuda a equilibrar a temperatura do nosso corpo. Sabes por que motivo transpiramos quando temos febre alta, fazemos uma atividade física intensa ou está muito calor? O nosso corpo elimina água, na forma de suor, quando a temperatura do corpo sobe. Caso contrário, morríamos.

                                                             

terça-feira, 2 de outubro de 2018

RODA DOS ALIMENTOS MEDITERRÂNICA. Para que servem os nutrientes?

Fazes várias refeições por dia e comes uma grande variedade de alimentos.
Sabes que os alimentos têm importância diferente para o nosso organismo, porque têm constituintes diferentes a que chamamos nutrientes. E nem todos te fazem bem à saúde.
Percebeste que a Roda dos Alimentos está organizada em setores. E cada um junta alimentos especialmente ricos num ou vários nutrientes. 
Leite, queijo e iogurtes - são alimentos equilibrados, que contêm um pouco de cada nutriente. Ricos em cálcio, fósforo e proteínas. Sem fibras. 
Carne peixe, ovos e leguminosas - ricos em proteínas, minerais (ferro e zinco) e Vit B12Alguns têm muitos lípidos. 
Legminosas (feijão, ervilhas, favas, tremoço, lentilhas, soja) - especialmente ricas em proteínas e glícidos de absorção lenta, fibras, vit. B e minerais (magnésio e ferro).
Cereais, massa, pão, batata, bolachas - ricos em glícidos (ou hidratos de carbono). Dão-nos fibras, vitaminas (Vit. B) e sais minerais (magnésio e ferro).
Frutos e vegetais - ricos em vitaminas, minerais e fibras.
Azeite, óleo, manteiga e margarina - ricos em lípidos e transportam vitaminas solúveis em gorduras (vit. A, vit. D, vit E e vit K). 
É fácil ver que há setores grandes  e outros muito pequenos. Uma alimentação é saudável se for:
  • COMPLETA - com alimentos dos vários setores todos os dias (que nos dão os 7 nutrientes).
  • VARIADA - variar de alimentos de cada setor, de refeição para refeição. 
  • EQUILIBRADA - comer mais alimentos dos setores grandes e menos dos setores pequenos.
Qual a quantidade de alimentos que devemos comer por dia?
AmpliarRetirado aqui
        
Agora, com os teus pais, podes consultar a informação:

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

O QUE VAIS APRENDER EM CIÊNCIAS...

No 5º ano estudaste a diversidade animal e vegetal e percebeste por que motivo é importante termos cuidados para não poluir a água, o ar e o solo. Percebeste que o AMBIENTE que nos rodeia é importante para os seres vivos e para o Homem e que há vida selvagem no campo, nas montanhas, no mar, nos rios e outros locais da Terra... mas também nas cidades!

No 6º ano vais compreender o funcionamento do teu corpo e perceber que deves ter cuidados no dia-a-dia, para evitar doenças e problemas. Vais também aprofundar conhecimentos sobre as plantas. Terás a oportunidade de:
  • aprender a fazer uma alimentação saudável e a escolher alimentos que te tornam forte, que te protegem de doenças e te tornam capazes de aprender;
  • perceber como funcionam os diferentes orgãos do teu corpo;
  • descobrir seres vivos tão pequeninos que só vemos ao microscópio - uns úteis e outros patogénicos (que provocam doenças);
  • perceber por que motivo devemos ter as vacinas em dia;
  • perceber como se formam e nascem os bebés;
  • perceber por que motivo o tabaco, o álcool e as drogas prejudicam o nosso organismo;
  • perceber o efeito negativo da poluição da água, do ar e do solo nos seres vivos;
  • saber como se reproduzem as plantas;
  • perceber a importância das plantas para a vida na Terra;
  • etc.
É importante ter comportamentos saudáveis e seguros de modo a evitar doenças e problemas. 
De facto a saúde é muito importante na nossa vida. Mas só nos apercebemos disso quando estamos doente.
O importante é que sejas curioso/a, que participes nas tarefas das aulas e colabores com os colegas,  que faças as pesquisas propostas, recolhas materiais necessários a trabalhos de grupo e sejas capaz de fazer escolhas saudáveis.
E, como para aprenderes alguns assuntos são necessários conhecimentos de outras disciplinas, farás, tal como no 5º ano, trabalhos em que os restantes professores vão colaborar.
Espera-te um ano com muito boas surpresas...

sábado, 11 de agosto de 2018

CUIDADOS A TER NO VERÃO

No Verão vamos à praia, ao rio, à floresta e ao campo, mas também passeamos na cidade.
Devemos contar com sol forte e muito calor.
O Sol faz-nos bem à saúde e, por isso mesmo, devemos passar bastante tempo ao ar livre, quer seja no verão ou no inverno. Mas devemos proteger-nos com chapéu, usar protetor solar e beber mais água do que é habitual.
Devemos ter muito cuidado e não estar ao sol entre as 12h00 e as 16h00, pois as radiações solares são perigosas e provocam queimaduras na pele que, mais tarde,  podem dar origem a cancro de pele. 
Como está calor transpiramos muito e perdemos líquidos. Por isso mesmo devemos beber mais água do que o habitual.  Em dias de muito calor é preciso beber 8 a 10 copos de água. 



Queres saber mais sobre a importância do sol na nossa saúde?
Sabes que o nosso corpo precisa de vitaminas. Uma delas, a vitamina D, é necessária para que o nosso corpo utilize o cálcio que os alimentos nos dão e, por isso mesmo, é muito importante na fase de crescimento dos ossos. 
Como obtemos vitamina D? Através da comida e do sol. 
Mais através do sol, pouco através dos alimentos (o salmão, a sardinha e a gema dos ovos são dos alimentos com mais vitamina D).
Se andarmos ao sol cerca de 20 minutos, enquanto o sol não está intenso, obtemos a vitamina D necessária para um dia. 
A exposição prolongada ao sol é perigosas. A exposição ao sol pouco intenso, durante 20 minutos, é muito importante para  saúde.
A quantidade de vitamina D que os alimentos nos dão não chega. E daí que seja importante que as crianças brinquem em parques infantis e os adolescentes joguem futebol, andem de bicicleta ou passeiam ao ar livre, para que apanhem algum sol e formem vitamina D.
"Até ao momento, investigações mostram que a exposição solar moderada, mas freqüente, é saudável.” No entanto, e excesso, é “perigoso”, pelo risco do desenvolvimento de “cancro da pele.

terça-feira, 24 de julho de 2018

IMPORTÂNCIA DO SONO

Dormir pouco não significa aproveitar mais e melhor os dias! 
                                                                                 Retirado aqui                                                                          
Dormir pouco causa:

  • alterações do comportamento;
  • irritabilidade;
  • cansaço;
  • poucas defesas contra infeções; ficas mais vezes doente;
  • diminuição da atenção e concentração nas aulas;
  • raciocínio amis lento;
  • dificuldade  a aprender.

É durante o sono que as crianças crescem, pois é quando se produz a hormona de crescimento. Por isso mesmo o sono é essencial ao desenvolvimento.
Os especialistas de sono referem que crianças e adolescentes que não dormem o suficiente no dia-a-dia estão a hipotecar o seu futuro: a saúde, o equilíbrio emocional, o bem estar, a aprendizagem e o sucesso escolar.
Sabe-se que um adolescente deve dormir cerca de nove horas, uma criança em idade escolar dez a onze horas e as crianças mais pequenas devem dormir mais ainda. Mas, os estudos realizados sobre hábitos de sono, revelam que as crianças e adolescentes estão a dormir cada vez menos, o que traz consequências graves no desenvolvimento, no seu equilíbrio emocional e no sucesso escolar.
E, parte desse sono, é interrompido por mensagens através do telemóvel. Daí que não se deva dormir com o telemóvel ao lado da cama.
O sono não traz a solução para todos os problemas que temos no dia-a-dia, mas a paz e tranquilidade que uma boa noite de sono nos dá, ajuda a resolver muitos desses problemas.
Se queres saber mais sobre a importância do sono consulta  informação: