sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

PATRIMÓNIO: Dar um futuro ao passado

Com a proposta que vos fiz - recolha de saberes que a vossa família foi transmitindo de pais para filhos - desafio-vos  a conhecer e valorizar conhecimentos  importantes que os vossos pais e avós receberam de antepassados e vos transmitiram ou vão transmitir. Um dia, no futuro, serás homem ou mulher, adultos, e poderão transmitir esses conhecimentos aos vossos filhos ou familiares.
É uma herança cultural que receberam dos vossos antepassados e chegou até à vossa geração através dos vossos pais e avós.
Esses saberes são Património Cultural que, no conjunto, um Povo transmite ao futuro. Mas, para transmitir ao futuro, é importante conhecer e valorizar esses saberes nos dias de hoje. 

1. GASTRONOMIA - é a forma de cozinhar - alimentos, plantas aromáticas e bebidas - que é diferente de região para região. Como nem todos os vossos colegas são de Braga vamos todos aprender receitas de outras regiões do país.
Quais são as comidas que fazem em vossa casa num dia especial? Refiro-me às comidas cozinhadas pela família, através de uma receita antiga ou que as(os) vossos avós sabem de cor.
São essas receitas que vão escrever no vosso caderno de Ciências.
Vamos começar pelas receitas que usaram no Natal:
  • a sopa;
  • a carne ou o peixe e como o cozinharam;
  • uma sobremesa.
Para cada situação indica:
  • ingredientes - os alimentos que usaram e a quantidade; Exº  4 batatas; 2 cenouras; etc.
  • confeção - como cozinharam;
  • modo de servir - como colocaram na travessa;
  • bebida - o que beberam os adultos.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

RESPIRAÇÃO CELULAR

Diariamente precisamos de dezenas de nutrientes, que recebemos através da alimentação. 
A Roda dos Alimentos ajuda-nos  aperceber que precisamos comer maior quantidade de alguns alimentos (ricos em vitaminas, minerais, fibras e glúcidos) e menor quantidade de outros (ricos em proteínas e lípidos).
Com exceção das fibras, cuja função é ajudar no funcionamento do intestino, todos os outros nutrientes sofrem absorção digestiva   -  glúcidos, proteínas, lípidos, vitaminas ( A,  B, C,  D, E, PP, K,…), minerais (cálcio, fósforo, flúor, ferro, magnésio, potássio, …) e água.

Sabes que depois da absoção digestiva os nutrientes seguem para as células, onde vão ser utilizados para várias funções.

Sabes também que, para além dos nutrientes, as células recebem oxigénio.
O que se passa nas células para que possam utilizar os nutrientes e o oxigénio?

Podemos comparar as células a uma fábrica, que recebe matéria prima (neste caso o oxigénio  e  os nutrientes) que vai usa para que o nosso corpo funcione:
Ø  com os glúcidos (ou hidratos de carbono) e algumas proteínas produz energia  mecânica, para a atividade física;
Ø  com os lípidos (gorduras) produz energia calorífica para nos aquecer o corpo;
Ø  com as proteínas, lípidos, minerais e água, renova e constrói novas células;
Ø  com os minerais, vitaminas e água, regula fenómenos celulares;
Ø  usa as vitaminas para nos proteger de doenças.

Mas, tal como em todas as fábricas, formam-se desperdícios que a célula tem de eliminar: o dióxido de carbono e o vapor de água. Estes lixos das células passam para o sangue, e daí para outros órgãos que os conduzem para fora do nosso corpo.
Ou seja... as células recebem oxigénio e nutrientes, com os quais realizam várias funções. Libertam dióxido de carbono e vapor de água que vão ser eliminados.


A este fenómeno chama-se RESPIRAÇÃOCELULAR.




segunda-feira, 21 de novembro de 2016

ÓRGÃOS DIGESTIVOS DE ANIMAIS: aves granívoras e ruminantes

Quem come grãos duros e não tem dentes, como desfaz os alimentos e os divide em nutrientes?Como é constituído o seu sistema digestivo? Procura aqui.
Retirado aqui

Quem come vegetais em grande quantidade,  onde e como faz a digestão de tanta erva?
Como é constituido o seu sistema digestivo?
Aqui podes obter resposta  estas questões.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

LANCHE. COM AÇÚCAR? Não. Obrigado!

Sabes que devemos evitar alimentos ricos em açúcar.
Sabes, também, que há açúcar "escondido" em muitos alimentos que comemos e que não é fácil perceber se um alimento contém ou não açúcar.

Para saber a quantidade de açúcar existente num alimento temos de consultar a rotulagem. Mas é preciso aprender a ler os rótulos e perceber que em vez da palavra açúcar indica: glícidos (lúcidos ou hidratos de carbono), sacarose, dextrose ou glicose... que significam o mesmo: AÇÚCAR.
O açúcar "esconde-se" nas bolachas, refrigerantes, leite achocolatado, gelatinas, barras de cereais, cereais de pequeno-almoço, molhos, gomas, bolos, etc.
  • Muita gente come bolachas ao lanche, quando devia comer pão.
  • Bebe refrigerantes, quando devia beber leite ou iogurte.
  • Come cereais de pequeno-almoço carregados de açúcar, quando devia optar por cereais simples sem açúcar ou pelo pão.
  • Come gomas, quando devia comer fruta.
Tu sabes que quem come açúcar em excesso coloca  a sua saúde em risco. 
Chama a atenção dos teus pais para os riscos do açúcar na saúde. Em família:
Aqui fica o alerta:

QUERES TER SAÚDE? 

ANTES DE IR ÀS COMPRAS FAZ, COM OS TEUS PAIS, UMA LISTA DOS ALIMENTOS NECESSÁRIOS.
                                 
NÃO TE DEIXES INFLUENCIAR PELAS PROMOÇÕES E PELA PUBLICIDADE!
            
                                                   DIZ NÃO AO AÇÚCAR!
                                


sexta-feira, 28 de outubro de 2016

"SOPA? Claro que sim."

Comes sopa ao almoço e ao jantar?
Sabes por que motivo é importante comer sopa?
Na verdade a sopa é uma refeição completa quando é confecionada com alimentos da maior parte dos setores da Roda dos Alimentos pois, nesse caso, conterá com certeza os 7 nutrientes.
A sopa é usada no controlo da obesidade, tendo em vista garantir:
  • a ingestão dos nutrientes necessários para a renovação celular;
  • a proteção contra as doenças;
  • a regulação do organismo;
  • a energia necessária à actividade física diária.
É também essencial para o bom funcionamento do intestino, para o controlo do colesterol no sangue, etc.
Queres descobrir quais são as vantagens de comer sopa?
Já percebeste por que razão as pessoas informadas não dispensam a sopa e por que motivo há actualmente locais onde só servem sopa?
Durante muitos anos a SOPA foi associada a alimento de crianças e de pobres ... hoje em dia é moda, pois os conhecimentos científicos atuais provaram que é um alimento completo e equilibrado, essencial à saúde e bem estar. 

A SOPA ESTÁ NA MODA!

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

ADITIVOS ALIMENTARES: vantagens e desvantagens para saúde humana

Importa saber que:
  •  os aditivos alimentares são substâncias de origem natural ou química, que são adicionadas aos alimentos para facilitar o fabrico, a utilização ou a conservação e, também, para melhorar as características organoléticas do produto (o paladar, o aroma, a cor etc.). 
  • para que possam ser usados em Portugal, têm de ser autorizados na União Europeia. Os aditivos permitidos na União Europeia são designadas pela letra E seguida de um número. Esse número indica o aditivo.

São usados corantes (dão cor), aromatizantes (dão aroma), edulcorantes (dão paladar doce, ma não têm açúcar), antioxidante (o alimento não  se altera em contacto com o oxigénio; dura mais tempo), conservantes (não permitem o desenvolvimento de microrganismos; o alimento dura mais tempo), etc.

Exemplos:
E 102 - corante amarelo (tartrazina); 
E 110 - corante laranja (amarelo sol);
E 123 - corante vermelho (amaranto);
E 150 - corante castanho (caramelo);
E 300 - antioxidante (ácido ascórbico = vitamina C).

Vantagens dos aditivos alimentares:

  • maior durabilidade dos alimentos devido ao uso de conservantes (que não permitem o desenvolvimento de microrganismos) e de antioxidante (evitam alterações quando o alimento está em contacto com o ar);
  • melhor composição nutricional de alimentos aos quais foram adicionadas vitaminas, ferro, zinco, etc.  
  • melhor aspeto dos alimentos devido ao uso de corantes;
  • etc.

Desvantagens dos aditivos alimentares:

  • alguns aditivos provocam alergias (pesquisa aqui os termos corante, conservante, antioxidante, edulcorante, etc.).
  • outros, como o conservante BHA  e alguns edulcorantes são indicados como carcinógeno (provocar cancro).

Devemos reduzir a utilização de alimentos com aditivos alimentares, em especial dos que não são necessários (corantes, aromatizantes, edulcorantes). O nosso organismo só "aguenta" uma dose mínima desse produtos, a dose diária admissível (DDA). Mais do que isso é, em muitos casos, prejudicial à saúde.

Informação para Pais/EE:

ROTULAGEM = Informação ao consumidor

A rotulagem dá-nos informações sobre o alimento.
Mas será que percebes todas as informações?
Retirado Aqui


O que significa? 
Condições de conservação: onde devemos manter o alimento antes de o comer



Aditivos alimentares: substância natural ou química, adicionada a um alimento para facilitar o fabrico, a utilização ou conservação e, também, melhorar as características organoléticas (paladar, aroma, etc.). Os aditivos permitidos na União Europeia são designadas pela letra E seguida de um número. Esse número indica o tipo de aditivo: corante, aromatizante, edulcorante, conservante, etc.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

CAMPANHA "PEQUENO-ALMOÇO e SUCESSO ESCOLAR"


AumentarRetirado aqui

Aqui
1ª refeição do dia
Não podemos esquecer que o pequeno-almoço é a 1a refeição do dia depois de uma noite de jejum prolongado. 
É uma refeição muito importante, a que deve corresponder um quarto do total do consumo diário de alimentos, porque nos fornece a energia e nutrientes necessários para começarmos um dia de trabalho (o trabalho dos estudantes é realizar as tarefas das aulas e estudar). 

A falta do pequeno-almoço provoca...
Os estudantes que "saltam" o pequeno-almoço, ou estão insuficientemente  alimentados, manifestam dificuldades de atenção, de raciocínio, de memória e, também, de movimentos. Estas dificuldades conduzem com frequência a comportamentos disparatados, a agitação, a sonolência e fraqueza. Nas aulas de educação física e nos momentos de brincadeira, podem surgir tonturas e mal estar devidos a gasto excessivo de energia (que devia ter sido fornecida pelos nutrientes energéticos recebidos ao pequeno-almoço).

Não tomas o pequeno almoço?!
A dieta, a falta de hábito de pequeno-almoço e a pressa matinal, são motivos que frequentemente levam à eliminação do pequeno-almoço e, em geral, estão relacionados com a falta de informação sobre a importância da alimentação na saúde e na qualidade de vida. Agora sabes que precisamos dos 7 nutrientes e, portanto, não podes esquecer o pequeno-almoço.

Mais erros alimentares?!
Quem não toma um bom pequeno-almoço, acaba por "petiscar" durante a manhã alimentos ricos em açúcar ou gorduras, que contribuem para  a obesidade. Ao almoço, procura compensar com uma refeição "pesada", que não substituiu o pequeno-almoço, provocando sonolência e cansaço típicos de uma digestão lenta e trabalhosa.
Ou seja, acumula erros alimentares durante o período em que faz mais esforço físico  e intelectual!

Não esqueças que:
  • O desenvolvimento físico, intelectual e afectivo, a resistência às doenças e a esperança de vida (tempo de vida), dependem da alimentação que fizemos desde bebés.
  • Está provado que a forma como nos alimentamos, a qualidade e a quantidade de alimentos que comemos e em especial o cuidado que temos com o pequeno-almoço influenciam muito diretamente a saúde e a capacidade de fazer aprendizagens. Influenciam, por isso mesmo, o rendimento escolar.
LEITE , QUEIJO OU IOGURTE
                     PÃO ou CEREAIS sem açúcar
                                                                  FRUTA
  • o leite, queijo ou iogurte, são alimentos equilibrados e uma forma fácil de recebermos proteínas (essenciais à renovação das células e ao crescimento) e cálcio (necessário para termos ossos e dentes resistentes);
  • pão ou cereais de pequeno-almoço sem açúcar (fornecedores de glúcidos e fibras); há cereais de pequeno-almoço que devemos evitar, razão pela qual é essencial consultar  a rotulagem;
  • fruta ou sumo de frutos;
  • água ou chá.
Informação para os teus pais/encarregados de educação:

domingo, 16 de outubro de 2016

DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO

No dia 16 de outubro comemorou-se o Dia Mundial da Alimentação.

Retirado aqui
Retirado aqui

Descobriste o poder dos alimentos com a Roda dos Alimentos ou com a Pirâmide Alimentar?

Como dedicámos este 1º mês de aulas à descoberta dos alimentos, dos nutrientes que os constituem, e dos cuidados que devemos ter quando compramos alimentos (a quantidade de gordura e açúcar que contêm, a riqueza em vitaminas  e minerais, os cuidados a ter com a sua conservação, etc.), foi fácil fazer a lista de regras de uma alimentação saudável.
E assim comemorámos o Dia Mundial da Alimentação...
Desafio os meus alunos a enviarem, como comentário, as  duas regras que têm mais dificuldade em cumprir, apesar de serem muito importantes. Depois irei colocar aqui as regras que indicaram.

Até lá deixo alguns links de assuntos trabalhados nas aulas, que a Matilde, a Mariana, o Ruben e a Carolina me têm pedido.
Para saber mais sobre:
O Correio do Minho comemorou o Dia Mundial da Alimentação com artigos que deves consultar...
Aumentar

                   Aumentar                                                  Aumentar


Concordas com estas alterações que o governo vai fazer? Dá  a tua opinião como comentário.
Não te esqueças de justificar com base no que aprendeste sobre alimentação.

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

RODA dos ALIMENTOS


A Roda dos Alimentos foi criada para nos orientar na escolha de uma dieta alimentar saudável, que deve ser:


Completa – comer alimentos de cada grupo e beber água diariamente; garantir alimentos que, no seu conjunto, forneçam os 7 nutrientes.

Equilibrada – comer maior quantidade de alimentos pertencentes aos sectores de maior dimensão e menor quantidade dos que se encontram nos sectores de menor dimensão, de forma a ingerir o número de porções recomendado

Variada – comer alimentos diferentes alimentos dentro de cada grupo, variando diariamente, semanalmente e nas diferentes épocas do ano.

Pesquisa aqui ementas saudáveis, ricas em diferentes nutrientes que estudaste. Ementas baratas.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

O QUE VAIS APRENDER EM CIÊNCIAS NATURAIS NO 6º ANO... Programa e Metas Curriculares

Vais iniciar um novo ano e obter resposta para muitas dúvidas que, com certeza, tens.
No 5º ano aprofundaste os teus conhecimentos sobre ambiente: materiais terrestres necessários à vida (solo, ar e água) e a diversidade de animais e plantas que têm habitat em cada lugar do planeta Terra.  Aprendeste  a usar o microscópio e a lupa binocular e algum material de laboratório, a observar  registar, etc.
No 6º ano vais aprofundar conhecimentos sobre alimentação, descobrir a constituição do teu corpo e como funciona os órgãos, os cuidados que devemos ter para nos mantermos saudáveis. Vais, também, conhecer a constituição das plantas, os fenómenos que realizam, como se reproduzem e a importância das plantas para  a vida na Terra. E, também, acompanhar o ciclo de vida de plantas da horta e árvores do pomar da nossa escola.
A lupa binocular e o microscópio continuam a ser necessárias a muitas das observações que irás realizar.

Vais obter resposta para algumas questões:

  • por que razão é importante fazermos uma alimentação saudável?
  • como são constituídos os Sistemas do corpo humano e como funcionam?
  • como podemos evitar doenças dos nossos órgãos?
  • por que razão devemos ter cuidados de higiene no dia a dia?
  • por que motivo o tabagismo, alcoolismo e drogas causam doenças e problemas sociais?
  • por que motivo devemos evitar e combater  a poluição do ar interior e exterior?
  • etc.


  • Vais aprender matérias que te vão ajudar a:
    • EVITAR DOENÇAS e PROBLEMAS.
    • TER MELHOR SAÚDE E QUALIDDAE DE VIDA.
    Tudo depende das tuas escolhas no dia  a dia.

    Podes consultar as Metas Curriculares de Ciências aqui.