terça-feira, 16 de dezembro de 2014

COMO É CONSTITUIDO O SISTEMA RESPIRATÓRIO? COMO FUNCIONA?


  • pelos pulmões;
  • pelas vias respiratórias - fossas nasais (cavidade nasal), faringe, laringe, traqueia, brônquios e bronquíolos.
As vias respiratórias são os canais por onde passa o ar, até chegar aos pulmões. Desde as fossas nasais até aos pumões esses canais ficam cada vez mais estreitos e, no final, temos os bronquíolos que terminam num conjunto de saquinhos, os alvéolos pulmonares. 
É nos alvéolos que se dão trocas gasosas entre os pulmões e o sangue - o oxigénio passa dos pulmões para o sangue e o dióxido de carbono passa do sangue para os pulmões. Aprendeste que a essas trocas gasosas se chama HEMATOSE PULMONAR.
No 5º ano ficaste  saber a composição do ar.
Para onde vai o oxigénio que passou dos alvéolos para o sangue?
De onde vem o dióxido de carbono que chega aos alvéolos pulmonares?

Percebes agora por que motivo a composição do ar inspirado e do ar expirado é tão diferente?


segunda-feira, 10 de novembro de 2014

COMO É CONSTITUÍDO O SISTEMA DIGESTIVO? COMO FUNCIONA?

Percebeste que o sistema digestivo faz um grande esforço para dividir os alimentos, separar os nutrientes e estes em partículas? Percebeste o que acontece na boca, no estômago e no intestino delgado?
Vamos rever tudo isto:
NA BOCA
Os dentes fazem a mastigação (cortam, rasgam e desfazem a comida) e a saliva atua sobre o amido (um glúcido) dividindo-o em "pedaços"; a língua envolve e mistura os alimentos triturados com a saliva (produzida nas glândulas salivares) ... e forma-se uma papa, o BOLO ALIMENTAR.
O bolo alimentar sofre  a deglutição e passa pela faringe e esófago, em direção ao estômago.
NO ESTÔMAGO
O bolo alimentar chega ao estômago, depois da deglutição, e vai ser sujeito à acção do suco gástrico (produzido nas glândulas gástricas) que atua sobre as proteínas, dividindo-as; os movimentos peristálticos do estômago misturam os alimentos com o suco gástrico ... forma-se uma papa mais fina, o QUIMO.
NO INTESTINO DELGADO
O quimo chega ao intestino delgado e sofre a ação dos movimentos peristálticos e de sucos digestivos:
  •  da bílis (produzida no fígado e armazenada na vesícula biliar) que vai iniciar a divisão das gorduras (lípidos) ...
  • do suco pancreático (produzido pelo pâncreas) que actua sobre proteínas, glúcidos e lípidos, continuando a dividí-los.
  • no final, sofre a ação do suco intestinal (produzido nas glândulas intestinais) que acaba de dividir os nutrentes, separando-os em partículas.
Para perceberes melhor, observa o esquema.
Durante este processo os alimentos vão ser sujeitos aos movimentos peristálticos do intestino que misturam os sucos digestivos com os nutrientes, facilitando a sua divisão. No final forma-se uma papa muito fina, o QUILO.

Tanto trabalho ... tantos movimentos ... tantos sucos digestivos ... mas os nutrientes estão finalmente divididos em partículas muito finas. E agora? O que vai acontecer a essas partículas?

De seguida as partículas dos nutrientes atravessam as vilosidades intestinais passando para o sangue. A este fenómeno chama-se ABSORÇÃO DIGESTIVA.
O sangue transportas as "partículas" dos nutrientes para as células que as vão utilizar. A este fenómeno chama-se ASSIMILAÇÃO.


Para veres o que se passa na boca, no estômago e no intestino delgado, podes ver e ouvir a descrição  neste  filme. Se gostas mais de ler, podes optar por este filme.
Se tens tempo... podes ver os filmes I, II, e III sobre a DIGESTÃO.
Podes também fazer os exercícios:



Ainda há dúvidas? Coloca-as em "comentários".

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

O QUE VAIS APRENDER EM CIÊNCIAS...

No 5º ano estudaste a diversidade animal e vegetal e percebeste por que motivo é importante termos cuidados para não poluir a água, o ar e o solo. Percebeste que o AMBIENTE que nos rodeia é importante para os seres vivos e para o Homem e que há vida selvagem no campo, nas montanhas, no mar, nos rios e outros locais da Terra... mas também nas cidades!

No 6º ano vais compreender o funcionamento do teu corpo e perceber que deves ter cuidados no dia a dia, para evitar doenças e problemas. Vais também aprofundar conhecimentos sobre as plantas. Terás a oportunidade de:
  • aprender a fazer uma alimentação saudável e a escolher alimentos que te tornam forte e protegem de doenças;
  • perceber como funcionam os diferentes orgãos do teu corpo;
  • perceber por que motivos devemos ter as vacinas em dia;
  • descobrir seres vivos tão pequeninos que só vemos ao microscópio - uns úteis e outros patogénicos (que provocam doenças);
  • perceber como se formam e nascem os bebés;
  • perceber por que motivo o tabaco, o álcool e as drogas prejudicam o nosso organismo;
  • perceber o efeito negativo da poluição na água, no ar e no solo;
  • saber como se reproduzem as plantas;
  • perceber a importância das plantas;
  • etc.
Vais  descobrir que é importante ter comportamentos saudáveis e seguros de modo a evitar doenças e problemas. 
A saúde é muito importante na tua vida e só te apercebes disso quando estás doente.
O importante é que tenhas curiosidade por estes assuntos, que participes nas tarefas das aulas e estudes em casa, que faças as atividades que te propomos neste blogue e tenhas curiosidade pelas matérias.
Espera-te um ano de muitas surpresas...

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

ERROS ALIMENTARES - excesso e carência de nutrientes

Os erros alimentares são devidos a uma alimentação errada, desequilibrada, que não cumpre as indicações da Roda dos Alimentos e podem ser devidos:

1. A excesso de nutrientes - de lípidos ou gorduras (porque se abusa dos fritos, dos bolos com creme, dos folhados, das carnes gordas, etc); de glúcidos (quando se abusa dos doces, refrigerantes, bolos, etc); de proteínas (quando se come excesso de carne, especialmente carne vermelha).
A obesidade, as doenças do coração e vasos sanguíneos bem como a cárie dentária e algumas doenças dos rins, são devidas a erros alimentares.


2. À falta de nutrientes (carências alimentares) - quando uma criança não come proteínas em quantidade suficiente tem problemas de crescimento, dificuldades de aprendizagem e falta de defesas contra as doenças.
Há pessoas que fazem um alimentação cara, mas não comem alimentos de todos os setores da Roda dos Alimentos e por isso mesmo têm falta de minerais (cálcio, fósforo, ferro, flúor) e de vitaminas... e ficam doentes.

A alimentação diária deve fornecer variedade e quantidade de nutrientes que necessitamos para o dia-a-dia; mas as necessidades nutricionais (em nutrientes) dependem da idade, do tipo de actividade física e do estado de saúde.
Uma alimentação pobre em cálcio deixa "marcas" no corpo ... pois os ossos ficam muito fracos, podendo partir com facilidade; esta doença é conhecida por osteoporose e provoca diminuição de tamanho à medida que as pessoas envelhecem. Se, ao longo da vida, uma pessoa não comer alimentos fornecedores de cálcio (leite, queijo ou iogurte, feijão, espinafres, bróculos, etc) em quantidade suficiente e não praticar atividade física, terá problemas ósseos.
A falta de atividade física e uma alimentação errada, com excesso de gorduras e açúcar, dão mau resultado ... por isso se diz que a saúde e a forma física dependem das nossas escolhas diárias.
Quem da preferência a uma alimentação pobre em vegetais, frutos e leite... facilmente ficará doente e obeso.

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Quando uma Alimentação é COMPLETA, VARIADA e EQUILIBRADA, diz-se que é uma ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL.
Sabes o significado desses termos?
Alimentação Completa - devemos comer alimentos dos diferentes setores da Roda em todas as refeições, ou pelo menos ao longo de cada dia.
Alimentação Equilibrada - comer mais dos setores maiores  menos dos setores menores
Alimentação Variada - variar de alimentos de refeição a refeição e ao longo da semana. Exº: ao almoço carne +...; ao jantar peixe +...

Roda dos Alimentos dá-nos informações sobre o modo como devemos escolher os alimentos no dia a dia.

Aprendeste que há 7 nutrientes - glúcidos, protídos, lípidos, vitaminas, minerais, fibras e água. Observa a Roda dos Alimentos e tenta associar os alimentos aos nutrientes que cada um contém.
É bom que saibas que os alimentos estão associados na Roda em função dos nutrientes que contêm. Agora vai ser fácil aprenderes a escolher alimentos de modo a fazer uma ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL que vai manter-te elegante, saudável e te ajude a estar com atenção e interessado nas tarefas da aula e, ainda, a ter bom resultado no desporto que praticas. 
Lembra-te que os constituintes dos alimentos nos ajudam no raciocínio, memória e também no equilíbrio, resistência e força física.

Não esqueças:
  • os alimentos do setor dos lípidos (gorduras) devem estar presentes em pequena quantidade na nossa alimentação; 
  • há alimentos que não parecem conter gorduras mas que afinal as contêm em quantidade elevada tal como o chocolate, os panikes e os folhados... ricos em gorduras "escondidas";
  • há também açúcares "escondidos" nos refrigerantes, em cereais de pequeno almoço e em bolos.

Para saberes mais sobre alimentação e ajudar a tua família a escolher alimentos saudáveis  pesquisa e informa-te:

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Campanha "Pequeno-almoço e Sucesso escolar"

O pequeno-almoço é a 1ª refeição do dia, após uma noite de jejum prolongado. É uma refeição muito importante, a que deve corresponder um quarto do consumo diário de alimentos, porque nos fornece a energia e nutrientes necessários para começarmos um dia de trabalho.
Sabias que os estudantes que não tomam o pequeno–almoço ou não comem o suficiente durante a manhã, ficam:
- desatentos e agitados;
- sonolentos e fracos;
- com comportamentos disparatados;
- cansados e com perda de forças;
- com dificuldade de concentração;
- com dificuldade de raciocínio, de memória e de movimentos.

E tu? Tomas o pequeno-almoço todos os dias? 
Sabes o que deves comer ao pequeno-almoço de modo a ficares bem alimentado?

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

ANTIBIÓTICOS - cuidados a ter

Sabes que o 1º antibiótico foi descoberto, por acaso, por Alexandre Fleming e que os antibióticos são usados para tratar doenças provocadas por bactérias patogénicas.
Percebeste também que:
  • Só podemos tomar antibióticos receitados pelo médico, pois é o profissional de saúde que faz o diagnóstico das doenças em função dos sintomas que apresentamos;
  • Há regras a seguir quando tomamos antibióticos - tomar até ao fim, à hora certa, etc;
  • Quem toma antibióticos sem receita médica, ou não cumpre as regras, arrisca-se a que as bactérias desenvolvam resistência a esse antibiótico.
Sintomas = sinas da doença (o que sentimos).
Diagnóstico = descobrir qual é a doença a partir dos sintomas apresentados.
Resistência aos antibióticos = no futuro esse antibiótico passa a não conseguir matar/destruir esse grupo de bactérias e deixa de haver modo de as atacar e curar o doente; as bactérias ficam resistentes ao antibiótico (habituadas a ele).
Leram esta informação com os vossos pais? A nossa saúde também depende da forma como usamos os medicamentos, razão pela qual é importante que toda a família saiba quais os cuidados a ter com antibióticos.
No teu trabalho não te esqueças de indicar as regras sobre a toma de antibióticos que deves pesquisar junto do farmacêutico ou do teu médico de família.